Sábado, 2 de Julho de 2022

Nomeações para serviços diocesanos

Todos os anos, por esta altura, costuma o Bispo diocesano proceder a algumas nomeações de párocos e de outros padres para serviços diocesanos, de modo a garantir os serviços religiosos fundamentais a toda a Diocese, incluindo o Seminário. Devido ao número reduzido de ordenações de presbíteros e às doenças imprevistas, só um extraordinário espírito de […]

Todos os anos, por esta altura, costuma o Bispo diocesano proceder a algumas nomeações de párocos e de outros padres para serviços diocesanos, de modo a garantir os serviços religiosos fundamentais a toda a Diocese, incluindo o Seminário.

Devido ao número reduzido de ordenações de presbíteros e às doenças imprevistas, só um extraordinário espírito de presbitério e de sacrifício pessoal tornou possível a distribuição deste ano. Deixo aqui exarado o meu agradecimento a todos os padres implicados nestas mudanças e serviços pastorais.

As circunstâncias actuais obrigam a recordar a todas as paróquias que o centro oficial do culto das mesmas é a respectiva igreja paroquial, não sendo possível manter hábitos antigos da celebração da Eucaristia noutros lugares. As muitas capelas disseminadas pelo território das paróquias só em dias de semana poderão ser locais de Eucaristia, devendo os fiéis reaprender a deslocarem-se à igreja paroquial, o que hoje, pelas estradas e meios de transporte, não reveste as dificuldades de outros tempos.

Nomeações paroquiais:

Mons. José da Costa Selas, dispensado por motivos de doença e a seu pedido das paróquias de Mateus e Arroios (Vila Real), mantendo o trabalho na Cúria diocesana; P. Dr Henrique Ferreira de Oliveira, pároco de Mateus e de Arroios (Vila Real) e Juiz do Tribunal Interdiocesano de Vila Real; P. Delfim Caetano da Rocha, Vigário paroquial de Mateus e Arroios (c. 545), sem prejuízo das tarefas anteriormente assumidas; P. Artur Alfredo Gomes, salesiano, dispensado por motivos de idade e a seu pedido, da paróquia de Galafura, Régua; P. José Aníbal Milhais Pinto Mendonça, Director do Colégio Salesiano de Poiares, pároco de Galafura, Régua; P. António Joaquim Mateus, dispensado da paróquia de Serapicos (Valpaços), mantendo a paroquialidade das outras três em Chaves e Valpaços; P. Norberto Adão Araújo, pároco de Serapicos (Valpaços) em acumulação das que vem a dirigir naquele concelho; P. Fernando da Silva Matos, dispensado das paróquias do Salvador, Santa Marinha e Santo Aleixo, de Ribeira de Pena, para um período sabático; P. Carlos Manuel Ferreira Rodrigues, dispensado da paróquia de Souto Maior, S. Lourenço de Riba Pinhão, Parada e Torre do Pinhão (Sabrosa) Sabrosa e incumbido das paróquias do Salvador, Santa Marinha e Santo Aleixo, de Ribeira de Pena; P. Nuno Fernandes Reis, pároco de Souto Maior, S. Lourenço de Riba Pinhão, Parada e Torre do Pinhão (Sabrosa), a residir em S. Martinho de Anta, Sabrosa; P. Hélder Norberto Pires de Magalhães, pároco de Águas Frias, Bobadela de Monforte, Oucidres (Chaves) e Tinhela / Valpaços), a residir com o pároco de Lebução (Valpaços); P. José Daniel Ferreira Real, dispensado por doença e a seu pedido da paroquialidade de Alijó e Sanfins do Douro, mantendo a assistência espiritual ao Hospital e Misericórdia locais; P. Pedro Rei Alves, pároco «in solidum» com o P. António Manuel Aires de Sousa (Moderador) das paróquias de Alijó e de Sanfins do Douro e das outras que este já vinha a dirigir naquele concelho; P. António Manuel Cascais Fernandes, dispensado das paróquias de Viade, Fervidelas, Contim, Fiães e Paradela do Rio (Montalegre) e integrado na equipa formadora do Seminário e Vigário paroquial da Sé, Vila Real; P. António Joaquim Pinto Dias, dispensado das paróquias de Beça, Codeçoso e Alturas de Barroso (Boticas), e incumbido de Viade e anexas (Montalegre), mantendo o serviço de Capelania militar no Regimento de Infantaria de Chaves; D. Delfim Seixo, pároco de Codeçoso, Beça e Alturas (Boticas), sem prejuízo do trabalho que já vinha a fazer em Boticas; P. José Fernandes das Neves Purificação, dispensado temporariamente, por motivos de doença e a seu pedido, das paróquias de S. Martinho de Bornes e Tresminas, Vila Pouca de Aguiar. P. António Garcia Fernandes, pároco de S. Martinho de Bornes (Vila Pouca de Aguiar), em acumulação com outras paróquias vizinhas que vem a assistir; P. Iolando Pinto Pereira, pároco de Tresminas (Vila Pouca de Aguiar), sem prejuízo das que já vem a assistir.

As mudanças e tomadas de posse canónica far-se-ão em Setembro, acordando os respectivos párocos o dia, salvo os casos que, por serviços urgentes, foram expressamente indicados aos próprios.

 

Vila Real, Casa Episcopal, 30-07-2007

 

Joaquim Gonçalves, Bispo de Vila Real

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.