Segunda-feira, 2 de Agosto de 2021

Norte com mais selos ‘Clean & Safe’ em Portugal

A região Norte regista o maior número de selos ‘Clean & Safe’ em Portugal e, segundo o Turismo Porto e Norte (TPNP), já há turistas a fazer reservas.

-PUB-

“Temos neste momento no Porto e no Norte a maioria dos selos ‘Clean & Safe’ que existem no país, quer seja na restauração, mas também na hotelaria, museus, empresas de animação turística, alojamentos locais”, revelou Luís Pedro Martins, presidente da Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP).

Em entrevista à agência Lusa, no âmbito da abertura de hotéis e similares da região em nova fase de desconfinamento, agendada para segunda-feira, o presidente da TPNP avisa, contudo, que não chega ter o selo 'Clean & Safe'.

“Muito mais importante que ostentar o selo é de facto que as instalações, experiências e os equipamentos estejam preparados e aí a resposta não podia ser melhor”, refere, acrescentando que as infraestruturas turísticas do Norte estão “preparadas para receber em segurança os turistas”, “com grande criatividade”.

Segundo Luís Pedro Martins, o destino Porto e Norte está a começar a “ter procura”, até porque foi o “destino [turístico] que teve menos cancelamentos de reservas” em Portugal aquando o início da pandemia e do estado de emergência, conta.

“Agora percebemos que também estamos a ter procura para territórios para os quais havia maior dificuldade, como era por exemplo Trás-os-Montes. O destino Porto e Norte é capaz de oferecer tudo aquilo que este novo perfil do novo turista procura. Os territórios de baixa densidade, a segurança, a tranquilidade e a privacidade e está de facto a resultar”, frisou.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.