DR

Autoridades investigam morte de peixes no rio Tua

As autoridades foram ontem alertadas para um número anormal de peixes mortos no rio Tua, na zona de Frechas, em Mirandela, com suspeitas de uma descarga poluente de uma empresa como causa, informou a GNR.


A investigação do caso está a cargo da equipa do Ambiente da GNR, o SEPNA, que procedeu à recolha de vestígios e de água para análise, em diferentes locais da zona aonde se deslocaram também outras entidades como o Instituto dos Recursos Hídricos, a Agência Portuguesa do Ambiente e a Câmara de Mirandela.

No local, junto a uma praia fluvial, as autoridades constataram a existência de “bastantes peixes mortos”, como indicou à Lusa fonte das Relações Públicas do Comando Distrital da GNR de Bragança.

Segundo a fonte, “foram recolhidas amostras de águas em quatro pontos diferentes, desde o local até uma empresa suspeita de descarga de águas residuais no rio”.

O caso está em investigação para apurar a causa da morte de peixes e eventuais responsáveis.

De acordo ainda com a GNR, a Câmara de Mirandela está a proceder à recolha dos peixes mortos no rio.

Comentários