DR

PJ deteve suspeito de atear fogo florestal em Sabrosa

A Polícia Judiciária anunciou hoje a detenção de um homem suspeito de atear um incêndio florestal que consumiu cerca de 6,5 hectares de uma plantação de pinheiro bravo, em Donelo do Douro, concelho de Sabrosa, distrito de Vila Real.


Em comunicado, a PJ esclarece que o incêndio, registado a 18 de junho deste ano, colocou em perigo “uma vasta mancha florestal que apenas não foi consumida devido à intervenção dos meios de combate, designadamente dos bombeiros e populares”.

O detido, com 46 anos, jornaleiro, vai ser presente a interrogatório judicial para aplicação das adequadas medidas de coação.

No corrente ano a Polícia Judiciária já identificou e deteve 93 pessoas pela autoria do crime de incêndio florestal.

Comentários