JPB

“É necessário encarar a morte com naturalidade”

A Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) promoveu o II Encontro “Viver a Vida”. Neste encontro, que teve lugar no auditório do Complexo Laboratorial da UTAD, marcaram presença vários especialistas e profissionais de saúde, bem como psicólogos e assistentes sociais, que se reuniram com o objetivo de debater e discutir diversos temas relacionados com a dor e o sofrimento humano, nomeadamente, a morte.


Sob o lema “Na dor e no sofrimento que ninguém fique para trás”, os vários oradores que participaram nas conferências preocuparam-se em promover, sobretudo, a vida, com a finalidade de difundir conhecimento e partilhar experiências de vida com o público, de modo a contribuir para que o envelhecimento e a morte sejam encarados de forma natural. 

João Oliveira, presidente do Conselho de Administraçã

 

Se já é assinante faça aqui o seu login       ou       Clique aqui para ver OS EXCLUSIVOS da VTM

ASSINE AGORA A VOZ DE TRÁS OS MONTES

Acesso exclusivo e ilimitado
à edição digital
(site + e-paper)

Comentários