DR

Exposição de José Filipe Sepúlveda no Ecomuseu de Barroso

No Ecomuseu de Barroso – Casa do Capitão, em Salto (Montalegre) está patente a exposição “Olhares e expressões de Barroso – Usos, Costumes e Tradições”, de José Filipe Sepúlveda. 


O conjunto de 16 obras a preto e branco percorre usos, costumes e tradições que ainda perduram em Barroso, captados pela sensibilidade apurada e pelo olhar atento de José Filipe Sepúlveda.

Segundo o diretor do Ecomuseu de Salto, João Azenha da Rocha, “a seleção de imagens revela-nos um mundo rural digno, consistente nas suas cadeias técnicas, nos saberes-fazer que suportam práticas de sobrevivência material que, no entanto, superam a mera funcionalidade, afirmando um refinamento individual e um certo modo sofisticado de vida social, de profunda raiz comunitária, cuja descoberta exige lugares certos e tempos dilatados”.

Segundo a curadora da exposição, a artista plástica Adriana Henriques, “a expressividade do trabalho de José Filipe Sepúlveda baseia-se na utilização de um vocabulário estético próprio. José Filipe Sepúlveda desafia-nos e convida-nos simultaneamente a penetrar num mundo rural digno e genuíno através do seu olhar fotográfico”.

O artista agradeceu a presença e o apoio do presidente da Junta de Freguesia de Salto, Alberto Fernandes. Agradeceu ainda ao diretor do Ecomuseu de Salto – Casa do Capitão, João Azenha da Rocha, o convite feito para a realização deste projeto; e à curadora Adriana Henriques.

A exposição está patente até ao dia 31 de dezembro.

Comentários