DR

Homem morre soterrado em vala com 5 metros

Um homem de 47 anos morreu hoje, em Sapelos, Boticas, depois de ter ficado soterrado numa vala com cerca de cinco metros de profundidade, disse à agência Lusa fonte dos bombeiros.


O comandante dos bombeiros de Boticas, Carlos Gomes, explicou que a vítima estava a abrir uma vala para transportar água de uma nascente, trabalhos que decorriam na sua propriedade na aldeia de Sapelos, no distrito de Vila Real.

Segundo o responsável, o homem estava dentro da vala, com cerca de cinco metros de profundidade, a compor um tubo, quando a terra deslizou e o soterrou.

Foi necessário recorrer à ajuda de uma máquina para retirar a grande quantidade de terra que caiu para dentro da vala.

O óbito foi declarado pela equipa da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER).

O alerta foi dado às 12h31 e para o local foram mobilizados 17 operacionais, entre bombeiros, militares da GNR e elementos do INEM.

Comentários