Arquivo/VTM

Suspeito de violência doméstica armado obrigado a “doar” 500 euros

Um suspeito de violência doméstica, de Vinhais, em Bragança, foi obrigado pelo tribunal a pagar 500 euros a uma instituição de solidariedade social, depois de ter sido apanhado com várias armas em situação ilegal, divulgou a GNR.


O indivíduo foi detido na localidade de Rebordelo,  por posse de armas proibidas, segundo informação do Comando Distrital de Bragança da GNR.

A detenção foi feita por militares do posto local de Rebordelo, no âmbito de um situação de violência doméstica, que levou à deteção e apreensão de várias armas e munições.

Entre o material apreendido encontram-se, segundo a GNR, “duas espingardas de caça, uma espingarda de ar comprimido, dois revólveres e doze cartuchos”.

A Guarda revelou ainda que o detido foi presente no Tribunal de Bragança, onde lhe “foi aplicada a medida de coação de pagamento de 500 euros a uma instituição de solidariedade”.

 

Comentários