DR

Prisão preventiva para jardineiro suspeito de violência doméstica

Juiz decidiu aplicar a medida de coação mais gravosa


O jardineiro detido pela PSP de Vila Real por violência doméstica vai aguardar o desenvolvimento do processo em prisão preventiva.

Em comunicado, a PSP refere que o indivíduo, de 57 anos, está neste momento desempregado. De referir que, recentemente, a companheira teve de abandonar a residência de ambos, por temer que o indivíduo que vinha evidenciando comportamentos extremamente violentos pudesse concretizar os mesmos.

Na sequência da investigação, foi efetuada uma busca à residência do suspeito, onde foram apreendidos um machado e dois x-atos.
 

Comentários