Bruno Simões

Prémios internacionais de fotojornalismo regressam a Vila Real

O outro lado do desporto olímpico e as aldeias esquecidas do Gerês são os temas de duas exposições a não perder em Vila Real. As fotografias expostas resultam de mais uma edição do Concurso Internacional de Fotojornalismo Estação Imagem. Para ver a partir de 9 de março.


O fotojornalista João Carvalho Pina, vencedor da oitava edição do Concurso Internacional da Estação Imagem apresenta no Teatro de Vila Real fotografias captadas durante os Jogos Olímpicos de 2016, num trabalho que titulou “Rio de Janeiro – o custo humano dos grandes eventos desportivos”. Trata-se de um conjunto de imagens poderosas que expõem o outro lado dos eventos desportivos, uma realidade muitas vezes esquecida. Além das fotos de João Carvalho Pina, a exposição no teatro transmontano apresenta trabalhos de outros fotojornalistas.

A par, no Club de Vila Real, o vencedor da Bolsa Estação Imagem, Bruno Simões Castanheira, expõe “Lugares de Silêncio”, um retrato das aldeias esquecidas do Gerês. Este trabalho é resultado de uma incursão de três meses do autor por três concelhos do distrito de Viana do Castelo – Melgaço, Arcos de Valdevez e Ponte da Barca, trabalho desenvolvido para a Bolsa Estação Imagem 2016 Viana do Castelo e realizado durante o ano de 2016 e 2017.

As duas exposições apoiadas pelo município de Viana do Castelo chegam a Vila Real graças a uma parceria entre a Estação Imagem, a Greengrape | alltodouro, o Teatro Municipal de Vila Real e o Club de Vila Real que se juntam para promover e valorizar o fotojornalismo em Portugal.

A exposição do Prémio Estação Imagem 2017 Viana do Castelo estará aberta de 9 de Março a 16 de Abril no Teatro de Vila Real e a exposição “Lugares de Silêncio” de 9 de Março a 30 de Abril, no Club. A inauguração de ambas terá lugar num ato simbólico que se realiza no Club de Vila Real na próxima sexta, dia 9 de março, pelas 22h00, com um momento de Vinho do Porto, que conta com o apoio da Poças, empresa centenária produtora de vinhos do Porto e DOC Douro. Ambas as exposições têm entrada gratuita.

Promover a reportagem fotográfica

A Estação Imagem, criada em 2007, é uma associação cultural sem fins lucrativos e responsável pela organização anual do prémio internacional de fotojornalismo, cujo objectivo é promover a reportagem fotográfica. A par, existem ainda outros projectos nacionais e internacionais como a atribuição de uma bolsa anual para um projeto fotográfico.

O prémio de fotojornalismo Estação Imagem é único em Portugal e está aberto, não só a fotojornalistas portugueses, mas também dos PALOP, da Galiza e a estrangeiros residentes nesses territórios.

A edição de 2017 que agora se apresenta em Vila Real contou com cerca de 380 reportagens, avaliadas por um júri composto por personalidades internacionais do meio do fotojornalismo, com currículo reconhecido. Francis Khon, director de fotografia da AFP e um dos membros do júri, destacou o nível de qualidade dos trabalhos apresentados em concurso: “De grande qualidade e ao nível do melhor que se faz em todo o mundo. Bons trabalhos e que mostram que não é preciso correr o mundo para se fazer o grande fotojornalismo”.

Comentários