DR

Relatório aponta várias anomalias na construção do Multiusos de Lamego

O Município de Lamego avaliou, em reunião de câmara, o relatório relativo ao processo de construção do Centro Multiusos de Lamego, elaborado pela Comissão de Inspeção Técnica de Equipamentos Municipais (CITEM). 


Este documento chegou à conclusão que a receção provisória do edifício foi feita tacitamente por omissão da dona da obra - a empresa "Lamego Renova" - que não realizou a vistoria que era exigida. Mais tarde, em setembro de 2017, a receção definitiva da empreitada também foi feita tacitamente, porque o município de Lamego não procedeu à vistoria exigida por lei. 

Constituído por técnicos superiores da autarquia, transversal às suas unidades orgânicas, o relatório produzido pela CITEM refere ainda que logo a seguir à adjudicação da empreitada de construção do Centro Multiusos a um consórcio formado por três empresas convidadas, foi apresentada uma nova versão do projeto de arquitetura que, entre outros pormenores, "contraria o projeto inicial e reduz a área de construção em cerca de 13 por cento, reduzindo 10 metros ao longo de todo o edifício". "Não obstante o valor da adjudicação ter sido integralmente pago ao construtor, recebemos um edifício mais pequeno do que o adjudicado e um parque de estacionamento com menos lugares do que o previsto inicialmente", explica o presidente Ângelo Moura.

Além disso, neste relatório, a CITEM concluiu que o equipamento está inacabado, apontando como exemplos o facto do parque de estacionamento não poder ser utilizado porque não foram executados os acessos previstos no projeto licenciado e a cafetaria, embora inicialmente executada, foi demolida no decurso das obras de reconstrução da cobertura e não foi edificada de novo. Detalha ainda que os sistemas de iluminação, de AVAC e de deteção e combate a incêndios e de intrusão nunca funcionaram corretamente.

O Presidente da Câmara Municipal de Lamego sublinha que neste momento, devido à existência destas anomalias, a utilização desta infraestrutura é avaliada evento a evento de modo a garantir a segurança dos utentes.

Neste fim de semana, a cidade de Lamego vai acolher o 27.º Congresso do CDS-PP, onde serão discutidas várias estratégias que evocam o "regresso às direitas, ou mesmo uma abertura a simpatizantes". 

 

Comentários