DR

Diferentes gerações celebram Dia da Família no Lar de Arneirós

O Lar de Idosos de Arneirós, pertencente à Santa Casa da Misericórdia de Lamego, celebrou o Dia Internacional da Família, proporcionando aos utentes um emotivo encontro com aqueles que mais amam: a sua família.


Estes momentos foram eternizados para memória futura, através de diferentes registos fotográficos que testemunham os laços de amor que unem estas gerações.

Numa carta imbuída de muito afeto e saudade, os utentes juntaram-se para passar para o papel o sentimento que, diariamente, lhes enche o coração. “A família não nasce já feita, constrói-se aos poucos e é em nossa casa que podemos aprender muita coisa, começando pelos nossos pais, boas maneiras e valores como a humildade, o respeito, a partilha… É uma grande caminhada. Ela (família) tem-nos muito amor, carinho e amizade, é a certeza de que alguém nos quer bem. O nosso lar podia ser pobre, mas era acolhedor, onde tínhamos união”, começa assim a missiva daqueles que sentem o Lar de Arneirós como a sua “segunda casa”. 

Declarado pela Assembleia Geral das Nações Unidas, em 1993, o Dia Internacional da Família chama a atenção para as questões que influenciam o dia a dia da família e para que se reconheça o seu papel nuclear na sociedade e se incentive a adoção de medidas no sentido de melhorar a sua condição.

Comentários