DR

“Encontros BPI com Empresas”

Cerca de 120 empresários reunidos em Vila Real para debater investimento e internacionalização

Iniciativa vai percorrer todas as capitais de distrito nos próximos dois anos dando prioridade às regiões do interior


Vila Real recebeu o terceiro “Encontro BPI com Empresas”, onde 120 gestores e empresários debateram os apoios ao investimento e à internacionalização das empresas da sub-região do Douro. Estes encontros vão decorrer em todas as capitais de distrito no espaço de dois anos.

“Decidimos começar este ciclo de encontros pelo interior do país pelo forte dinamismo demonstrado nos últimos anos”, assinalou Pedro Barreto, administrador do BPI. O responsável pela Banca de Empresas e Institucionais salientou que “o BPI nasceu para servir as empresas”, sublinhando que a entrada no Grupo CaixaBank, presente em mais de 20 países, permite alargar a oferta do BPI e “estabelecer contactos e reuniões para ajudar as empresas portuguesas na atividade internacional”.

João Oliveira e Costa, administrador responsável pela Banca de Particulares e Negócios, assinalou que “o Banco tem vindo a assumir uma posição muito forte no apoio às pequenas e médias empresas e à iniciativa empresarial”. O administrador lembrou que “o BPI é o principal patrocinador do Prémio Nacional da Agricultura, que distinguiu já vários projetos e empresários do distrito de Vila Real e sub-região do Douro”.

Agostinho Leal Alves, analista financeiro do BPI, fez o enquadramento dos mercados globais, riscos e perspetivas, salientando o atual ambiente económico como “o mais positivo desde a crise financeira, embora com fatores de risco que importa acautelar”, realçando “a grande expetativa na zona euro quanto à evolução da política monetária”.

Soluções de apoio ao investimento e à internacionalização

Na sua intervenção, Ricardo Duarte, responsável pela gestão da linha de crédito BPI/IFRRU 2020 - Reabilitação Urbana, referiu que “O BPI tem as melhores soluções para o apoio ao investimento dos agentes económicos da região, quer na área da recuperação do património e do edificado, quer na hotelaria e turismo”.

O BPI lidera o financiamento de projetos enquadrados na Linha de Apoio à Qualificação da Oferta, protocolada com o Turismo de Portugal, tendo assegurado 33% do financiamento total e 32% do número de projetos. A linha de crédito BPI/IFRRU 2020 disponibiliza um montante global de 400 milhões de euros e é a única no mercado em que o reembolso da parte bonificada ocorre depois da tranche BPI, com o objetivo de minimizar os custos do promotor.

Na última intervenção do encontro, Maria José Melo, Diretora Internacional da COSEC, destacou o papel da seguradora no apoio ao crescimento das exportações. “O seguro de créditos à exportação é um instrumento utilizado à escala global, indispensável para que os gestores das empresas possam mitigar os riscos de crédito que as empresas enfrentam no dia-a-dia perante a incerteza dos mercados internacionais”, sublinhou Maria José Melo.

O próximo “Encontro BPI com Empresas” vai realizar-se em Santarém, durante a Feira Nacional de Agricultura – que pelo 9º ano consecutivo conta com o patrocínio do BPI.

 

 

Comentários