DR

Uma mulher de sucesso numa profissão “dominada” por homens

Célia Santos, 41 anos, professora de educação física e árbitra com créditos firmados na AF Vila Real e na Federação Portuguesa de Futebol. Atualmente, preside o Núcleo de Árbitros Futebol Sequeira Teles, em Peso da Régua. em entrevista à VTM, faz um balanço da carreira


VTM - Num desporto como o futebol, ainda muito ligado ao sexo masculino, como surgiu a ideia de seguir a arbitragem em 1994? 

Célia Santos - Sempre estive ligada ao desporto. Segui a minha carreira profissional na área da Educação Física. Adoro futebol e, na altura, não havia possibilidade das meninas praticarem, como há agora, mas confesso que também nunca tive muito jeito para jogar. A arbitragem surgiu como uma alternativa cativante e

 

Se já é assinante faça aqui o seu login       ou       Clique aqui para ver OS EXCLUSIVOS da VTM

ASSINE AGORA A VOZ DE TRÁS OS MONTES

Acesso exclusivo e ilimitado
à edição digital
(site + e-paper)

Comentários