GNR

21 aves apreendidas no interior de uma habitação

O Comando Territorial de Vila Real, através do Núcleo de Proteção do Ambiente do Destacamento Territorial de  Peso da Régua, apreendeu 21 aves autóctones, ontem, no concelho de Peso da Régua.


No âmbito de uma denúncia referente a possível detenção ilegal de aves em duas habitações, os militares realizaram duas buscas domiciliárias, tendo apreendido 16 pintassilgos, quatro bicos-de-lacre e um tentilhão montês.

Todas as aves em causa foram entregues no Hospital Veterinário da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, em Vila Real.

Foram identificados dois homens com 62 e 65 anos e elaborados os respetivos autos de contraordenação por detenção ilegal em cativeiro de espécies autóctones.

IGualmente a GNR, através do Núcleo de Proteção Ambiental de Lamego, identificou um homem com 36 anos pela suspeita da prática de um crime de incêndio florestal, em Cinfães, Lamego.

Após a realização de diligências relativas à investigação de um incêndio florestal, ocorrido no passado dia 1 de setembro, o qual consumiu uma área de cerca de 90 mil m2 de pinheiro bravo e mato, foi possível identificar o seu autor.

O suspeito encontrava-se a cumprir uma pena suspensa de 2 anos e 6 meses pela prática do mesmo tipo de crime.

Comentários