JV

ENTREVISTA AO REITOR DA UTAD, FONTAINHAS FERNANDES

“Orçamento de estado apenas cobre 80 por cento das remunerações”

Com a UTAD a destacar-se a nível nacional na captação de alunos para o ensino superior, o reitor Fontainhas Fernandes revela os projetos futuros que querem trazer maior visibilidade à academia, que também já sente a falta de alojamento na cidade para os estudantes que escolhem Vila Real para estudar.


VTM - A UTAD conseguiu captar mais de 1300 alunos na primeira fase de acesso ao ensino superior. Foi mesmo a universidade que mais cresceu a nível nacional. O que contribuiu para este resultado “histórico”?

Reitor - A visibilidade e a notoriedade que a Universidade tem vindo a assumir, como o facto de a UTAD ficar com o laboratório colaborativo do vinho e da vinha, e também com o da floresta. Das cinco primeiras candidaturas aprovadas, duas são da UTAD. Outro exemplo, está nas parcerias internacionais, em que o Centro Fraunhofer ficará com um polo na UTAD, numa área emergente no país, que é a agricultura de precisão. 

Ainda recentemente foi apresentado um estudo em Peso da Régua sobre o futuro dos vinhos, que a UTAD fez e a crítica

 

Se já é assinante faça aqui o seu login       ou       Clique aqui para ver OS EXCLUSIVOS da VTM

ASSINE AGORA A VOZ DE TRÁS OS MONTES

Acesso exclusivo e ilimitado
à edição digital
(site + e-paper)

Comentários