DR

Startups da UTAD voltam a ser premiadas em concurso nacional

Duas empresas com origem e incubadas na UTAD arrecadaram os dois primeiros prémios no concurso nacional “AJEPC Empreende”, da Associação dos Jovens Empresários Portugal China (AJEPC).


A CineVet, promovida por Miguel Mesquita Carvalho, Startup ligada à “avaliação sanitária, gestão cinegética e consultadoria especializada na área da caça maior” e Luminárias Vivas, de Bruno Loureiro, “Produção de plantas autossustentáveis e integradas em peças decorativas”, ficaram classificadas em primeiro e segundo lugares, respetivamente. Ambos os projetos são de antigos estudantes da UTAD e estão a ser acompanhados pela Incubadora de Empresas (nestUTAD).

O evento visa “dinamizar o espírito empreendedor, proporcionando a novos e potenciais empreendedores a oportunidade de apresentar uma Ideia de Negócio”.

Em 3º classificado ficou Carlos Pinto, com o projeto NAU (monitorização do utilizador pela utilização do software NAU) da Incubadora de Vieira do Minho.

Um prémio monetário de cinco mil euros, uma bolsa de seis meses (no total de 5700€), consultadoria especializada e uma viagem à China para participação numa uma Feira de Negócios, foi o prémio do primeiro classificado. Já aos segundo e terceiro lugares foram atribuídos prémios no valor de dois mil euros e mil euros, respetivamente, assim como uma bolsa durante e consultadoria especializada, durante seis meses.

O Prémio AJEPC beneficia do apoio do NORTE 2020 e é feito em parceria entre a AJEPC a UTAD e o Instituto Politécnico de Bragança. O Júri é constituído por um elemento destas três entidades, por um consultor e um business angel (empresário que apoia empreendedores).

Comentários