DR

Associação Vale d’Ouro comemorou aniversário com casa cheia

Em dia de festa, várias entidades e personalidades da região foram distinguidas


A Associação Vale d’Ouro comemorou, no sábado, o seu décimo aniversário com uma gala no Teatro Auditório Municipal de Alijó, onde várias entidades de relevância regional marcaram presença. 

O surgimento desta associação veio colmatar algumas lacunas culturais existentes. “A cultura costuma ser o parente pobre e no Interior isso nota-se mais, embora seja um problema nacional”, contextualizou o presidente da Vale d’Ouro, Luís Almeida, salientando que “a Associação tem tentado mitigar isso. Não temos recursos como um grande promotor cultural tem, mas se todas as associações estiverem unidas podemos criar uma dimensão capaz de contrariar os problemas de acesso à cultura”.

Ao longo desta década de trabalho, a oferta ao público tem sido variada e diversificada, desde peças teatrais, concertos, entre outros, mas “ainda falta fazer muito na nossa região”. 

A associação tem trabalhado arduamente em prol da riqueza cultural e esse reconhecimento foi retribuído com casa cheia. No Teatro Auditório Municipal estiveram 250 pessoas. O elevado número de pessoas a querer estar presentes neste dia tão marcante significa o reconhecimento de que a Associação Vale d’Ouro está a desenvolver bem o seu trabalho ao passo que envolve a população.  

Para Luís Almeida, o melhor deste processo evolutivo é o facto de estar assente neste território. “É fácil colocar aqui um artista de nível nacional e enchermos a sala, mas é muito mais gratificante dar oportunidade ao que é nosso e reconhecermos neles o valor que têm, que por vezes está escondido”.

Questionado pela VTM, o presidente da associação confirmou que “temos várias ofertas culturais e as pessoas são mais felizes porque se identificam com elas”. Luís Almeida aproveitou ainda para enaltecer que o contributo que as diversas entidades deram para que o projeto fosse possível e, assim, pudesse contribuir para a felicidade das pessoas.

Fazendo uma retrospeção à evolução desde 2008 até ao dia de hoje, Luís Almeida referiu que “foram 10 anos muito intensos. Começámos com algo pequeno que se transformou num projeto muito grande, num curto espaço de tempo”, disse, mostrando-se positivamente surpreendido. “Posso dizer que este projeto foi um pouco mais além do que estávamos à espera e estamos muito satisfeitos por termos chegado aqui”.

Devido ao rápido crescimento e à boa relação com outras associações, a Vale d’Ouro pretende continuar a contribuir para o desenvolvimento da cultura regional. Haverá uma reflexão interna para descobrir como serem mais dinâmicos no futuro e continuar a envolver outros grupos, associações e parceiros, sem que tenham que repetir o que já fizeram.

A gala foi, também, um momento de condecorar um conjunto alargado de personalidades e entidades que contribuíram o desenvolvimento da Associação Vale d’Ouro ao longo dos anos. 

Recorde-se que a Associação Vale d’Ouro é uma associação com sede no Pinhão e com intervenção em todo o distrito de Vila Real. Dedica-se, principalmente, à cultura e conta com várias iniciativas, como a Mostra de Teatro do Douro, Academia de Artes Douro e Tâmega, o Encontro de Associações do Vale do Douro e o Debate sobre a Linha do Douro.

Declaração

 

Luís Almeida, presidente da Associação Vale d’Ouro

“É fácil colocar aqui um artista de nível nacional e enchermos a sala, mas é muito mais gratificante dar oportunidade ao que é nosso”

 

 

Lista de Homenageados:

Municípios: Alijó, Mesão Frio, Montalegre, Peso da Régua, Ribeira de Pena, Sabrosa e Tabuaço.

Juntas de Freguesia: Favaios, Sanfins do Douro, Santa Eugénia, União de Freguesias de Vale Mendiz, Casal de Loivos e Vilarinho de Cotas e Salvador e Santo Aleixo. 

Reconhecimento: Pedro Pimentel, Manuela Tender, Luís Azevedo, Cristina Felgueiras, Mafalda Mendes.

Foram ainda distinguidas um conjunto de personalidades e entidades das categorias:

Sócio de Mérito na Categoria VINTAGE, Sócio de Mérito na Categoria RUBY  e Sócio de Mérito na Categoria TAWNY.

 

Comentários