DR

Cinco autarquias da região nomeadas para o Prémio Município do Ano

Vila Real, Valpaços, Montalegre, Alfândega da Fé e Armamar são as autarquias candidatas, da região de Trás-os-Montes e Alto Douro, ao Prémio Município do Ano de 2018, integrando a lista das 35 câmaras municipais finalistas.


O concurso encontra-se dividido em nove categorias geográficas, sendo que Vila Real integra a categoria Norte (mais de 20 mil habitantes) e os restantes municípios fazem parte da lista Norte (menos 20 mil habitantes).

Para esta quinta edição, com a cerimónia de entrega do grande prémio a acontecer no dia 16 de novembro, na cidade de Guimarães, cada autarquia apresentou um projeto que acabou por ser reconhecido pelo júri do concurso. Alfândega da Fé candidatou-se com o Festival Sete Sóis e Sete Luas, o município de Armamar apresentou-se com o Espaço Escoras – Banco de Produtos de Apoio, a autarquia de Montalegre surge com a famosa Sexta 13 – Noite das Bruxas, Valpaços com o conhecido Folar de Valpaços e o município de Vila Real apresentou Vila Real Act 4 all.

De acordo com a organização do evento, a Universidade do Minho e a autarquia de Guimarães, o concurso tem como principal objetivo reconhecer os melhores projetos dos municípios, de acordo com o seu impacto económico e social, bem como o seu papel na valorização e na promoção no desenvolvimento do território.

O concurso “tem por fim reconhecer as boas práticas de projetos implementados pelos municípios com impacto no território, na economia e na sociedade, promovendo o crescimento, a inclusão e a sustentabilidade”, como ainda procura valorizar as cidades e as regiões de baixa densidade.

Além das duas categorias do Norte, há ainda a Área Metropolitana do Porto, as categorias do Centro, a Área Metropolitana de Lisboa, Alentejo, Algarve e Regiões Autónomas.

Comentários