Susana Magalhães

Município investe 610 mil euros no combate ao insucesso escolar

O município de Lamego apresentou, na terça-feira, um projeto completamente inovador para promover o sucesso escolar e a igualdade de oportunidades no acesso ao ensino no concelho.


Com um investimento de 600 mil euros, o projeto “Lamego Educa” assenta em dois pilares fundamentais, na inovação e no envolvimento da comunidade nos métodos de ensino dos alunos, procurando, acima de tudo, dotar os professores, alunos e pais de ferramentas pedagógicas não apenas tecnológicas, mas também mais interativas.

À VTM, Ana Catarina Rocha, vereadora da educação, salientou a importância do projeto para toda a comunidade escolar, no sentido de diminuir a taxa de retenção ou o insucesso escolar, mas sobretudo de oferecer um ensino “com mais qualidade, promovendo o sucesso de todos”.

“Este projeto integra várias ações estruturantes, conta com uma equipa multidisciplinar que irá trabalhar com as escolas e com as famílias, de forma a criar um ambiente de aprendizagem mais apelativo e dinâmico”, referiu, acrescentando que, além disso, conta com a plataforma , “Mais Lamego”, uma ação tecnológica que estará disponível para os docentes, pais e alunos, com o objetivo de “estimular um ambiente de aprendizagem rico em tecnologia e facilitador da aprendizagem, através do trabalho colaborativo e da partilha de ideias”.

A somar a estas ações, o projeto integra ainda uma ação relativa à introdução de softwares e hardwares modernos, bem como um observatório municipal de educação, o qual “funcionará como um repositório de informação, permitindo que toda a comunidade possa acompanhar tudo o que se faz ao nível da educação do município, nomeadamente as políticas a implementar quer pela autarquia, quer pelas escolas”, sublinhou.

José Martins, diretor do Agrupamento de Escolas Latino Coelho, não escondeu a sua satisfação e aproveitou para realçar o trabalho que vai ser feito no plano social. Para o diretor do agrupamento, a intervenção social que contempla o projeto será “uma mais-valia” para toda a comunidade, com “o trabalho dos psicólogos e terapeutas junto das famílias e dos alunos”.

O projeto “Lamego Educa” tem como destinatários os alunos do primeiro ciclo do ensino básico e crianças da educação pré-escolar, abrange dois agrupamentos de escolas, cinco escolas do primeiro ciclo do ensino básico e seis jardins de infância.

Comentários