CML

Palmeiras afetada pelo escaravelho vermelho foram abatidas

Após um processo de avaliação fitossanitária, procedeu-se, hoje, ao abate da palmeira que se encontrava no logradouro/estacionamento do edifício da câmara municipal de Lamego, que padecia de infestação pelo Escaravelho da Palmeira ou Escaravelho Vermelho.


Este escaravelho, também conhecido por Rhynchophorus ferrugineus, é uma espécie responsável pela deterioração de milhares de exemplares destas árvores, grande parte deles igualmente centenárias, por toda a Europa mediterrânica com especial incidência na Península Ibérica.

O exemplar hoje abatido encontrava-se severamente afetado, tendo sido considerado como irrecuperável.

Tratando-se de uma infestação que pode estar igualmente disseminada em outros espécimes no território municipal, esta autarquia apela aos proprietários para que procedam ao acompanhamento das palmeiras com vista a prevenir tal praga, a qual foi declarada como de luta obrigatória, tendo sido aprovada a Decisão 2007/365/CE, que estabeleceu medidas de emergência contra a introdução e sua propagação por Decisão da Comissão, de 17 de agosto de 2010. 

O Rhynchophorus ferrugineus é proveniente do norte de África e atravessou o Mediterrâneo há cerca de uma dezena de anos sendo de difícil ou quase impossível controlo. O facto do seu ciclo de vida se desenvolver no interior da planta ou na base das folhas torna bastante difícil a sua deteção precoce. Esta situação é agravada pelo facto dos hospedeiros, em particular a palmeira das Canárias a que pertencia este espécime, serem geralmente de grande porte, sendo por isso difícil o acesso aos pontos de observação de sinais da presença da praga.

O Gabinete Técnico Florestal da Câmara Municipal de Lamego está ao dispor dos seus munícipes para prestar todos os esclarecimentos técnicos que forem julgados necessários na identificação e rastreamento desta praga.

Comentários