UCC Mateus

SAÚDE ENTRE LINHAS

Prevenção da Síndrome da morte súbita do latente (SMSL)

A SMSL é a morte súbita e sem explicação de um bebé aparentemente saudável durante o primeiro ano de vida, muitas vezes associada ao sono, e é a principal causa de morte pós-neonatal em países desenvolvidos.


Embora não se conheça a causa desta síndroma os diversos estudos revelam que a implementação de práticas seguras reduziu a sua incidência. 

De seguida apresentam-se as recomendações revistas pela Sociedade Portuguesa de Pediatria. O bebé deve dormir sempre de costas, de barriga para cima. Esta medida permitiu reduzir entre 20 e 67% a mortalidade por SMSL, sem aumento do número de mortes por aspiração de vómito. O decúbito ventral só poderá ser adotado sob prescrição médica. Dormir de lado não é tão seguro como dormir de costas e não devem ser utilizados sistemas de contenção como rolos, faixas, entre outros. O bebé deve ser mantido na posição vertical 15 minutos após ter mamado, sobretudo se tiver tendência para bolsar. O bebé deve dormir de barriga para cima, mas pode brincar de barriga para baixo. Até aos 2 anos o bebé deve dormir numa cama de grades, sobre um colchão firme e bem adaptado ao tamanho da cama ou berço para que não haja espaço entre o colchão e as grades. Os pés do bebé devem tocar no fundo da cama, para evitar que escorregue e devem usar-se cobertor leve e lençóis em vez de edredão. A roupa da cama não deve ultrapassar os ombros e nunca deve cobrir a cabeça do bebé, não se devem usar almofada, fralda, gorros, babete ou outras peças que possam tapar-lhe a cabeça. 

O risco de SMSL aumenta se a mãe fumou na gravidez e se continua a fumar após o parto, quando o pai fuma o risco agrava-se mais. Não se deve deixar ninguém fumar no ambiente em que o bebé respira, quarto, casa, carro onde quer que ele permaneça. 

O excessivo aquecimento está associado ao aumento de SMSL, assim sendo a temperatura do quarto deverá estar entre os 18-21ºC, o bebé deve ser vestido com roupa para se sentir confortável e não quente, se tiver febre as roupas devem ser aligeiradas. Dormir com o bebé aumenta o risco de SMSL e de asfixia, este risco aumenta muito se os adultos que partilham a cama fumarem, estiverem muito cansados, se tomarem medicamentos calmantes ou ingerirem bebidas alcoólicas. Não se deve adormecer no sofá com o bebé. A chupeta pode reduzir o risco de SMSL, mas não deve ser forçada, nem oferecida ao bebé nas primeiras semanas de vida para não prejudicar a amamentação.
 

Comentários