DR

Santa Casa da Misericórdia recebe peça única de arte sacra

No próximo dia 19, um grupo de cidadãs entrega uma peça de arte sacra, única no mundo, à Santa Casa da Misericórdia de Mirandela, uma iniciativa que marcará simbolicamente a história da instituição.


No ano em que comemora 500 anos de existência, a Santa Casa da Misericórdia de Mirandela vai receber uma imagem de Nossa Senhora das Misericórdias, semelhante à que Portugal ofereceu, em setembro de 2016, ao Papa Francisco.

A peça foi feita pelo artesão mafrense, José Luís Silva Pires, que agora fez uma outra, mas de tamanho maior, que tem peças bordadas, com miosótis. “É uma homenagem à seda e ao linho, que muito se produziram em Mirandela. Terá também fio de algodão por ser o que mais se usava pelo seu baixo custo”, explicou Manuela Gândara, uma das mulheres que organiza esta oferta.

A peça terá 500 miosótis bordados em muitos tons de várias cores que cobrirão a parte exterior do manto. Serão bordados em fios de seda natural, linho e algodão. Este número corresponde aos 500 anos da criação da Santa Casa da Misericórdia em Mirandela.

Serão ainda bordados 70 miosótis em vários tons de castanho com fio de algodão, colocados no vestido, que representam os provedores (identificados até ao momento) que geriram a Santa Casa da Misericórdia de Mirandela, durante estes 500 anos.

Haverá ainda 104 miosótis bordados em vários tons de azul, bordados em fios de seda, serão colocados na parte inferior / interior do manto e que correspondem ao número de localidades que constituem o concelho de Mirandela.

Onze pessoas bordaram o manto e, por isso, serão colocados 11 miosótis em fio de seda branco, colocados no interior do manto que envolve a cabeça.

Em homenagem a três amigas do grupo que já morreram serão colocados três miosótis verdes, bordados em fio de algodão. Serão também bordados 58 miosótis em fio de algodão, em tons de verde, rosa e azul, que “representam as famílias de quem bordou e, através delas, todas as famílias que, de forma abnegada, trabalham para o bem comum”. A peça terá ainda 52 miosótis bordados em fio de seda, em vários tons de azul, que contornam a placa identificativa, representam as 52 semanas de cada ano. Na placa, pode ler-se “Nossa Senhora das Misericórdias 1518- 2018”.

Comentários