Incentivo à natalidade

Nascer em Arroios “dá” duzentos e cinquenta euros


Quando se prepara um referendo sobre o aborto, Marília Ferreira, a Presidente da Junta de Freguesia de Arroios, cria incentivos aos nascimentos, na sua freguesia, promovendo um prémio para a natalidade, de duzentos e cinquenta euros.

 

O caso não é para menos. Em 2006, esta freguesia às portas de Vila Real, registou, apenas, um nascimento contra os doze óbitos registados. Ou seja, os pais de uma criança que “venha ao mundo”, na freguesia, desde que sejam cumpridas as condições exigidas pela edilidade, passam, a partir de agora, a receber o montante estipulado.

“Por nossa deliberação e por unanimidade foi decidido atribuirmos este valor a todos os pais cujos filhos nasçam na freguesia, a partir de agora. A nossa freguesia está a ficar muito envelhecida e, por tal, é preciso inverter esta tendência. Porque os poucos jovens que nós temos não têm meios de subsistência, para terem um lar” – sublinhou Marília Ferreira. Segundo a autarca, este “ estímulo visa, essencialmente, a fixação dos casais, na terra. Por outro lado, é uma forma de incentivar o recenseamento, na área da freguesia. Há muita gente que vive na freguesia, mas que não está recenseada cá” – acrescentou.

Foi a Assembleia da Freguesia, reunida em Dezembro, que deu o seu aval, por ocasião da aprovação do Orçamento e Plano 2007. Esta concessão de prémio acontece pela primeira vez. “Temos mil e trezentos pessoas, mas queremos mais população. Por isto mesmo é que partimos para esta iniciativa” – acrescentou a autarca.

Os critérios principais de atribuição desta “prenda”, passam pelo casal residir, há mais de um ano, e ter de ser constituído por eleitores, na freguesia.

O valor decidido é entregue, no máximo de dois meses, ao casal, depois da documentação entregue.

A freguesia de Arroios dista de Vila Real cerca de cinco quilómetros e é constituída pelas povoações de Couto, Cabana, Torneiros e Vilalva.

 

Jmcardoso

Comentários