DR

Pousadas de Juventude registam números históricos de dormidas

A Rede Nacional de Pousadas de Juventude viu a sua atividade reforçada com o maior número de dormidas de sempre. Registámos mais de meio milhão de dormidas no ano de 2018, em toda a nossa rede.


São números que demonstram a importância das Pousadas de Juventude para o turismo em Portugal e afirmam as Pousadas de Juventude como uma das maiores redes de alojamento do país.

O desempenho económico e financeiro da Movijovem teve em 2018 o seu melhor ano. Destaca-se o melhor resultado líquido do exercício registado, 2 milhões e 442 mil euros. Para esse resultado foi significativo o apoio atribuído pela tutela de 2 milhões de euros, mas, ainda assim e excluindo esse apoio, o resultado foi positivo em 442 mil euros, o que configura o melhor resultado de sempre. É também de assinalar a redução em todos os parâmetros da dívida, uma diminuição global de 8,2%.

No ano de 2018 reforçou-se o compromisso com a política social, com cerca de 100 mil utilizações dos nossos programas sociais. Apoiámos jovens com aproveitamento escolar a explorar o país, colaboramos com as associações juvenis, desportivas, culturais e recreativas nas suas deslocações e fomos um suporte para escolas que planearam viagens de estudo. A prossecução da nossa política social traduziu-se num valor económico de 460 mil euros.

O presidente da Movijovem, Nuno Chaves, congratulou-se com os resultados e afirmou: “O nosso desígnio é continuar o legado desta instituição. Um legado pela mobilidade e turismo juvenil. Um legado ao serviço dos jovens. Queremos ser o garante dos direitos constitucionais destinados aos jovens e queremos fazer das Pousadas de Juventude centros de cidadania, multiculturalidade e criatividade. Estes resultados reforçam a nossa ambição. Sabemos que para cumprir os nossos objetivos temos que manter uma gestão rigorosa e equilibrada, foi o que alcançamos em 2018 e que procuraremos renovar e melhorar em 2019”.

 

 

Comentários