DR

Barragem do Fridão cancelada pelo Governo

A barragem do Fridão “não vai avançar”, nem o Governo “terá de pagar qualquer indeminização à EDP”, que era a empresa interessada em avançar com o projeto.


A garantia foi deixada pelo ministro do Ambiente, Pedro Matos Fernandes, na terça-feira na Comissão Parlamentar.

Segundo o ministro, a EDP mostrou desinteresse, que o Estado não irá contrariar, por isso não há razões para restituir a verba. “Havendo a manifestação de desinteresse por parte da EDP estamos convencidos que não há lugar a qualquer restituição

 

Se já é assinante faça aqui o seu login       ou       Clique aqui para ver OS EXCLUSIVOS da VTM

ASSINE AGORA A VOZ DE TRÁS OS MONTES

Acesso exclusivo e ilimitado
à edição digital
(site + e-paper)

Comentários