Urso-pardo consome 50 quilos de mel num colmeal em Trás-os-Montes

Depois de vários relatos sobre a presença do Urso-pardo no Parque Natural de Montesinho, no concelho de Bragança, o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) confirmou a existência desta espécie em territórios trasmontanos, a qual estava considerada extinta em Portugal desde 1843. 


“Em Espanha, nas últimas duas décadas, foram registados movimentos de indivíduos em áreas próximas do distrito de Bragança, em concreto do Parque Natural de Montesinho. Estas incursões dizem respeito a machos jovens em dispersão em torno das populações estáveis existentes a norte, na Cordilheira Cantábrica”, refere em comunicado. 

O ICNF adianta que o urso está a ser monitorizado e que deve pertencer a uma população que existe no Norte de Espanha, muito provavelmente oriundo da subpopulação ocidental da Cordilheira Cantábrica. 

O Urso-pardo já consumiu 50 quilos de mel num colmeal no Parque Natural de Montesinho

Comentários