Eduardo Ribeiro

VILA REAL 3 | 2 RÉGUA

Francisco Artur resolveu

O Régua já com o nacional garantido e o Vila Real desejava despedir-se da prova com uma vitória. Início de jogo muito prometedor, muita luta pela posse de bola e a primeira oportunidade surge logo aos 3’, com Ivo Borges a ser lançado em profundidade, mas Fernando defende.


A procura pelo golo era constante e, aos 9’, Diogo Pardal, em contra-ataque, a inaugurar o marcador. O Vila Real estava mais forte e, aos 17’, Filipe Peixoto esbanja uma boa oportunidade. O Régua tentava contrariar a superioridade ofensiva dos locais, mas não conseguia. Aos 36’, Filipe Peixoto, em remate colocado, dilata a vantagem. 

A segunda metade iniciou-se com o tento reguense, com António a meter o esférico pelo buraco da agulha. Aos 46’, Neves, de cabeça, envia a bola ao poste. Cresceu o Régua e o

 

Se já é assinante faça aqui o seu login       ou       Clique aqui para ver OS EXCLUSIVOS da VTM

ASSINE AGORA A VOZ DE TRÁS OS MONTES

Acesso exclusivo e ilimitado
à edição digital
(site + e-paper)

Comentários