DR

Militares vigiam floresta para evitar incêndios

Os militares do Regimento de Infantaria 19 (RI19), de Chaves, estão no terreno a vigiar a floresta no concelho de Boticas.


Segundo um comunicado da autarquia, liderada por Fernando Queiroga, os militares estão a realizar vigilância florestal no concelho, no âmbito do protocolo de colaboração existentes entre o município e o RI 19.

O protocolo, à semelhança do que foi feito no ano anterior, tem como objetivo “assegurar o aumento da vigilância florestal na região de Boticas, durante o período crítico, tendencialmente, aquele em que o índice de risco de incêndio florestal é maior, de forma a diminuir a probabilidade de ocorrência de incêndios”.

O exército está a colaborar com a câmara de Boticas na “defesa da floresta e na manutenção das condições de vida das populações locais”.

Este patrulhamento da área florestal é realizado entre os meses de julho e setembro.

Comentários