DR

Artur Nunes reclama mais informação sobre sistema de transportes públicos

O presidente da Câmara de Miranda do Douro, Artur Nunes, reclamou "informação específica" sobre o novo Sistema de Transportes Públicos no território do Planalto Mirandês, que abrange ainda os concelhos vizinhos de Mogadouro e Vimioso.


"Dou um exemplo claro: se quisermos ir de Miranda do Douro para Mogadouro ou Vimioso, com seguimento para Bragança, as pessoas deparam-se com o problema da falta de informação em relação a horários ou itinerários dos transportes regulares para cada uma dos concelhos abrangidos pelo Sistema de Transportes Públicos", exemplificou à Lusa, o autarca transmontano.

Artur Nunes concretiza que esta tomada de posição surge no seguimento de queixas que são apresentadas, no município, pelos utentes, em relação à falta de informação disponível nos locais de paragem do autocarros ou até mesmo na internet.

"Há também falta de informação em relação à regularidade, paragens e horários respeitantes aos transportes públicos das sedes de concelho para as freguesias. Também não há informação relativa aos preços que são praticados, o que significa que há um vazio de informação", vincou o autarca.

Artur Nunes defende que a informação sobre a Sistema de Transportes Públicos "é importante, não só para quem reside, mas, também para quem visita o território do Planalto Mirandês", no distrito de Bragança.

"Há cada vez mais turistas a visitar os nossos concelhos, com incidência no Planalto Mirandês, mas sem acesso a informação útil em relação aos transportes públicos que operam nesta região do país e assim haver uma maior mobilidade", indicou.

Outras das ideias, defendidas, passa por haver mais informação para os turistas que pretendam viajar nos transportes públicos existentes no território para assim contribuir para a redução do número de veículos ligeiros em nome das emissões de carbono.

"Para simplificar, poderia, inclusive, haver transportes públicos gratuitos entre as aldeias e sedes de concelho para evitar o uso individual do automóvel em nome do ambiente", enfatizou o responsável.

O autarca que preside a um município fronteiriço sugere, também, a criação de uma rede de transportes públicos transfronteiriços que ligue os concelhos do Planalto Mirandês (Miranda do Douro, Mogadouro e Vimioso) às cidades espanholas de Zamora e Salamanca.

"Para o ano de 2020 gostaríamos de ter toda a informação necessária para que as pessoas tomem decisões para a utilização dos transportes públicos", frisou.

Até maio competia aos municípios disponibilizar este tipo de informação, uma competência que foi transferida para a Comunidade Intermunicipal Terras de Trás-os-Montes.

Para o autarca há várias formas de disponibilizar este tipo de informação que vão desde as aplicações para smartphones, internet e de forma mais simples, nas próprias paragens dos autocarros.

 

Comentários