DR

Autarquia desmente que exploração do lítio vai avançar

Depois de a rádio local ter adiantado, nas redes sociais, que a exploração do lítio iria avançar no concelho de Montalegre, decisão que afirma ter sido o resultado de uma reunião dos autarcas com os membros do Governo, o próprio município barrosão emitiu, hoje, um comunicado para desmentir a veracidade da notícia. 


Assinado pelo presidente da câmara, Orlando Alves, o documento confirma a existência da dita reunião com o ministro do Ambiente, João Matos Fernandes, e o secretário de Estado de Energia, João Galamba, mas desmente a notícia sobre a exploração do lítio. 

"Discordo da essência da notícia onde se divulgam inverdades do tamanho do nosso castelo", refere, adiantando que solicita que o mesmo órgão de comunicação dê conta de que "é mentira que o senhor ministro do ambiente ou qualquer outro membro do Governo hajam, alguma vez, afirmado que 'a exploração do lítio no concelho de Montalegre é mesmo para arrancar e não haverá marcha atrás", salientou, citando a notícia. 

Além disso, no mesmo documento, o autarca realçou que é também "mentira existir qualquer estudo de impacto ambiental pelo que mentira maior será afirmar-se, como referis, haver o mesmo sido aprovado". 

Perante a situação, Orlando Alves aproveitou para esclarecer que, na dita reunião com os governantes, expressou que "o assunto lítio traz o concelho de Montalegre em alvoroço e o presidente da Câmara estará sempre na primeira linha na defesa do interesse das populações independentemente de se estar ou não perante um desígnio nacional". 

Comentários