Arquivo/VTM

Estudo de impacto ambiental é favorável à construção da ponte que liga Carção a Vimioso

Obra, que contempla uma ponte com cerca de um quilómetro e 130 metros de altura, custa cerca de 20 milhões de euros e deverá ter início em 2021.


A Agência Portuguesa do Ambiente emitiu decisão favorável condicionada para a construção da nova ligação entre Carção e Vimioso. O projeto, cujo concurso foi lançado em 2015, contempla a construção de uma ponte com 800 metros de comprimento e 130 metros de altura, estando a execução avaliada entre os 18 e os 20 milhões de euros, e cujo arranque deverá acontecer em 2021.

“Esta resposta favorável da APA significa avançar-se já para o projeto de execução que tem que responder às condicionantes colocadas, quer pela APA, quer pelas várias entidades que se pronunciaram no estudo de impacto ambiental”, explicou Jorge Fidalgo, presidente da câmara municipal de Vimioso. Segundo o autarca, em fevereiro do próximo ano o projeto de execução estará já elaborado, uma vez que, como esclareceu, “já foi lançado o concurso em 2015 e o consórcio de empresas que ganhou terá que fazer, para além do estudo prévio e o estudo de impacto ambiental, o projeto de execução”. “Não se vai perder tempo com concursos e, a partir de agora, a Infraestruturas de Portugal tem que dar ordem à equipa projetista que ganhou o concurso para avançar com o projeto de execução, o que deverá acontecer em setembro”, referiu. Posteriormente, e depois de nova avaliação da APA sobre se o projeto de execução responde ou não às condicionantes inscritas e respetiva aprovação, o Governo poderá lançar concurso para a empreitada.

O autarca afirma que tem que haver resposta positiva do Governo, uma vez que, como sublinha, “não se gasta dinheiro num projeto destes para que depois fique esquecido”. Além disso, como acrescenta, a própria Comunidade Intermunicipal Terras de Trás-os-Montes considera que esta obra, a par da ligação de Vinhais a Bragança, é prioritária a ser executada. “Não quero acreditar que se está a fazer este processo todo para que fique na gaveta, pois não faz sentido”, referiu Jorge Fidalgo, adiantando ainda que a obra terá início na vigência do próximo quadro comunitário de apoio, pelo que “o Governo deverá fazer todos os esforços para que a obra venha a ser financiada”.

A nova ligação entre Vimioso e Carção contempla um percurso de cerca três quilómetros, com uma ponte de 800 metros de comprimento, cujo pilar mais elevado atinge os 130 metros, um viaduto de 250 metros e nova configuração do troço de estrada, encurtando o atual percurso em oito quilómetros. No entanto, como sublinhou Jorge Fidalgo, a nova via é importante para aumentar os níveis de segurança da circulação numa estrada considerada uma das mais perigosas da região devido aos gelos de inverno. Permite ainda maior rapidez na realização do trajeto, beneficiando a ligação nos serviços de saúde e educação entre as localidades e justiça.

“Em termos de execução é uma obra com alguma dificuldade devido às características do terreno”, concluiu o presidente do município.

Comentários