DR

Mês Europeu da Cibersegurança arranca amanhã na UTAD

O Mês Europeu da Cibersegurança arranca na terça-feira em Vila Real, uma iniciativa que decorre em outubro para sensibilizar e reduzir a exposição de pessoas e empresas aos riscos do ciberespaço, anunciaram hoje as entidades promotoras.


A conferência de arranque do Mês Europeu da Cibersegurança (European Cyber Security Month - ECSM) realiza-se na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) e é promovido pelo Centro Nacional de Cibersegurança (CNCS) em parceria com o UTAD.CSIRT (Computer Security Incident Response Team), que faz parte da Rede CSIRT e tem como missão promover uma cultura de segurança informática.

O ECSM é comemorado durante o mês de outubro, pelo sétimo ano consecutivo, com centenas de eventos e atividades distribuídas em 28 países europeus.

O CNCS refere na sua página na Internet que "ciber-higiene" e "tecnologias emergentes" são os dois temas que servirão "de mote” para este mês de atividades que visa “implementar boas práticas para a utilização do ciberespaço”.

O centro nacional explicou que se pretende “sensibilizar não só os cidadãos, mas também as empresas para os comportamentos que devem ter no que respeita à segurança online, de forma a prevenir eventuais ameaças no ciberespaço”.

O Mês Europeu da Cibersegurança é organizado em parceria com a Agência Europeia para a Segurança das Redes e Informação (ENISA) e a Comissão Europeia e conta com a participação de diversos parceiros, tais como, autoridades locais, governos, universidades, organizações não governamentais, associações profissionais, entre outras, por toda a Europa.

São mais de 300 as atividades que vão acontecer durante o mês de outubro, nomeadamente conferências, 'workshops' e campanhas online.

Em Portugal, a conferência de arranque acontece na UTAD, Vila Real, onde, segundo informou a academia transmontana, decorrerá uma sessão de sensibilização em cibersegurança e ciber-higiene e se realizará uma reunião restrita sobre a cibersegurança na administração pública local.

No mesmo dia, segundo o programa divulgado pelo CNCS, realiza-se uma sessão sobre "cibersegurança no setor marítimo", na Academia de Marinha.

Depois, ao longo do mês, decorrem 'workshops' sobre ciber-higiene e boas práticas de cibersegurança, destinados, entre outros, a colaboradores das empresas Águas do Norte, da Infraestruturas de Portugal, da Oeiras Viva, bem como a colaboradores e formandos do Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) de Santarém.

O programa inclui ainda a 10.ª edição do curso geral de cibersegurança, em Lisboa, o Azores Cyber Talks 2019 (São Miguel, Açores) e um seminário de cibersegurança na indústria 4.0.

Comentários