DR

Poetas vila-realenses integram coletânea brasileira

A cidade de São José do Rio Perto, no interior de São Paulo (Brasil), foi palco, no dia 1 de outubro, da “Babel Poética”, uma noite de sarau e lançamento da coletânea internacional de poetas bissextos, designada “60 e tantos versos depois”.


A obra é uma coletânea de poetas com idades que variam de 60 a 94 anos, num total de 71 nomes, de 10 países. Além do Brasil e de Portugal, participam autores de Angola, Canadá, Chile, Cuba, Luxemburgo, Moçambique, Suíça e Zimbabué.

O livro contempla seis poemas de autores portugueses: três da empresária Ju da Silva, de Vila Real, um do agricultor José Ferreira, de Lisboa, e dois do empresário Armindo do Paço, de Vila Real. Todos os autores são pessoas simples, com profissões comuns como manicure, costureira, mecânico, engenheiros, médicos, professores, empresários, cuidadora de idosos, entre outros, que têm rara oportunidade, algumas pela primeira vez, de expor publicamente sua sensibilidade poética. 

Um deles é o próprio prefeito da cidade de São José do Rio Perto, Edinho Araújo.

Organizado e editado pelo jornalista Edmilson Zanetti, da Editora Ponto Z, o livro conta com prefácio do ensaísta e crítico literário António Manoel dos Santos Silva. “Para nós, do Brasil, é uma imensa satisfação ter a participação de poetas portugueses, tanto pela qualidade dos seus poemas como pela histórica relação dos dois países”, diz o editor. Trata-se de uma homenagem aos idosos, que, no Brasil, comemoram o seu dia a 1 de Outubro, tal como em Portugal.

Comentários