MF

1,1 ME para reativar as Caldas de Moledo após um longo processo

Fechado desde 2010, o balneário termal de Caldas de Moledo deverá entrar em obras no primeiro trimestre de 2020. Esta é a data avançada pelo presidente da Câmara Municipal de Peso da régua, José Manuel Gonçalves, que assumiu como uma das prioridades para o seu mandato a reativação do espaço.


Depois de ultrapassado o impasse sobre um longo e difícil processo que esteve em disputa no tribunal, entre a extinta Entidade Regional de Turismo do Douro e o município de Peso da Régua, foi possível chegar a um acordo tripartido. Para além da autarquia reguense, fazem parte da “nova parceira” o município de Mesão e a Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP).

Em declarações &

 

Se já é assinante faça aqui o seu login       ou       Clique aqui para ver OS EXCLUSIVOS da VTM

ASSINE AGORA A VOZ DE TRÁS OS MONTES

Acesso exclusivo e ilimitado
à edição digital
(site + e-paper)

Comentários