DR

Festa da Montanha regressa a Sambade

Nos dias 1, 2 e 3 de novembro, a Festa da Montanha regressa a Sambade, no concelho de Alfândega da Fé. 


Na sua quinta edição, esta iniciativa tem como objetivo “divulgar e celebrar as potencialidades da montanha”, nomeadamente da aldeia de Sambade, situada na Serra de Bornes, que vai dar “a conhecer as lendas e os sabores da montanha”. 

Celebrando as especificidades do território, a organização, a cargo da autarquia, preparou um conjunto de iniciativas para um fim de semana prologando passado na montanha, com música, produtos locais, gastronomia e debates sobre uma das principais culturas da serra, a castanha.

À mesa, é no cabrito serrano DOP que vão estar centradas as atenções. Integrados no projeto gastronómico Alfândega da Fé à Mesa, dois restaurantes locais vão estar presentes no certame, para “deliciar os visitantes”.

As ementas vão ser preparadas pelo chef Marco Gomes, parceiro nesta iniciativa, que propõe o cabrito como prato principal e javali, mas há outras iguarias para degustar, como os cogumelos selvagens, apanhados nas encostas da Serra de Bornes, as sobremesas confecionas com castanha, os queijos e enchidos regionais e as tradicionais sopas das segadas.

No exterior haverá um enorme assador em permanente funcionamento para que os visitantes possam “desfrutar do aroma” e sabor das castanhas assadas, acompanhadas da típica queimada de monte mel, uma bebida de inverno, feita com água ardente e mel. 

Em tempo de magustos, a Festa da Montanha oferece um “reconfortante” convívio, onde se junta animação, cultura e atividades para todos os gostos. 

O programa inclui ainda passeios pedestres, apanharem cogumelos, passeios de burro, contos à lareira, montaria ao javali e a realização do segundo concurso da castanha.

Comentários