SF-UTAD

“Os animais são parte da solução e não um problema”

Investigadores da UTAD debateram os reais efeitos do setor pecuário no ambiente.


Um grupo de investigadores da Universidade de Trás-os-Montes (UTAD), ligados ao Departamento de Zootecnia, promoveu um debate para tentar desmistificar o real impacto da produção animal no ambiente. 

Divanildo Monteiro, diretor do departamento de Zootecnia da UTAD, revelou à VTM que foi reconhecido o impacto do setor nas emissões globais de “origem antropogénica correspondente a 14,5 por cento dos gases com efeito estufa, sublinhando que os restantes 84,5 por cento da responsabilidade vem de outros setores”, como é o caso da produção de energia, transportes, manufatura e construção, tratamento de resíduos urbanos.

O professor defendeu que o setor da produção animal é mesmo um dos que tem uma responsabilidade “diminuta”, uma vez que a produção depende da saúde do planeta. “Quando as condições climáticas são mais previsíveis, chove quando é suposto chover, faz sol quando é suposto fazer, é possível fazer uma atividade pecuária mais cuidada”, salienta, adiantando que os produtores pecuários &

 

Se já é assinante faça aqui o seu login       ou       Clique aqui para ver OS EXCLUSIVOS da VTM

ASSINE AGORA A VOZ DE TRÁS OS MONTES

Acesso exclusivo e ilimitado
à edição digital
(site + e-paper)

Comentários