São João da Pesqueira aprova orçamento de quase 15 ME

A Câmara de São João da Pesqueira aprovou um orçamento de quase 15 milhões de euros para 2020, mais 2,5 milhões do que o deste ano, com o investimento maior direcionado para os transportes rodoviários, anunciou hoje o executivo.


“Há uma maior aposta do executivo, em 2020, em determinadas sub-funções que, sem descurar outras igualmente relevantes e relativamente às quais se procurou manter os mesmos níveis de investimento de anos anteriores, consideramos essenciais para o desenvolvimento socioeconómico do concelho”, disse à agência Lusa, por escrito, o executivo.

Entre os investimentos de maior destaque, face a 2019, a Câmara de São João da Pesqueira aponta os transportes rodoviários (1.026.550,00 euros), o desporto (356.500,00 euros), a agricultura, pecuária, silvicultura, caça e pesca (262.150,00), comércio e turismo (209.682,00) e outras funções económicas, como a expansão da nova zona industrial (200.386,00).

“O elevado crescimento previsível do investimento nos transportes rodoviários está relacionado com a celebração de um protocolo com as Infraestruturas de Portugal para Requalificação da EN222/3 – S. João da Pesqueira - Ferradosa que, a concretizar-se, será um marco para o concelho e para a região, elevando o potencial turístico desta localidade e ancorando investimentos públicos e privados que ali se pretendem realizar”, justifica.

O executivo liderado por Manuel Cordeiro, do Movimento Independente Pela Nossa Terra (PNT), adianta ainda que o investimento no desporto é sobretudo pela “construção do relvado sintético para a prática de futebol de 11 e para a requalificação do Parque Desportivo da Mata do Cabo”.

No comércio e turismo, a autarquia destaca o projeto PROVERE de requalificação das Bateiras, como “porta principal de entrada no concelho de S. João da Pesqueira”.

“É um projeto âncora que se pretende que venha a ser um catalisador de atração turística para o concelho, pretendendo-se criar uma plataforma que promova o concelho, além da melhoria significativa da imagem ‘degradada’ que aquele local tem vindo a trespassar ao longo das últimas décadas para todos o que ali passam”.

Na área económica, a autarquia tem em mãos uma “candidatura de expansão da Zona Empresarial de S. João da Pesqueira com a consequente aquisição de terrenos, investimento este que, tendo em conta a situação financeira do município em 2017 e as várias candidaturas aprovadas para executar, obrigou à sua desistência para, agora, com outra capacidade financeira, se voltar a colocar a prever no PPI”.

O orçamento municipal foi aprovado, no fim do mês de outubro, no valor de 14.952.788,00 euros, com os votos a favor do PNT e a abstenção dos dois mandatos sociais-democratas.

Nas respostas, por escrito, enviadas à agência Lusa, o executivo esclarece ainda que “os impostos não sofrem alterações” em 2020.

Comentários