DR

DR

Projeto da Misericórdia premiado com 206 mil euros

A Santa Casa da Misericórdia de S. João da Pesqueira conseguiu a aprovação de 206 mil euros, através do Fundo Rainha Dona Leonor tutelado pela Santa Casa da Misericórdia de Lisboa em parceria com a União das Misericórdias Portuguesas.


O projeto apresentado por esta Misericórdia foi um dos melhores na edição de 2019, em que concorreram mais de uma centena de Misericórdias.

Este valor será destinado para a recuperação da Sede e Igreja da Misericórdia, edifício emblemático e com grande relevo histórico e cultural, doado pelos Távoras. Na sede deste solar, para além da Sala de Despacho dos Mesários, irá funcionar um Centro Psicopedagógico e Terapêutico, com consultas diárias em Terapia da Fala, Terapia Ocupacional, Psicologia, Fisioterapia e consultas mensais de Pedopsiquiatria e Pediatria. Este projeto pretende minimizar as barreiras físicas e sociais de quem vive no interior disponibilizando serviços de qualidade que normalmente só estão disponíveis nos grandes centros.

Os resultados das candidaturas foram anunciados na passada quarta-feira (13 de novembro), em cerimónia solene que se realizou na sede da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, e em que estiveram presentes pela Santa Casa da Misericórdia de S. João da Pesqueira na formalização deste protocolo, o Provedor, Filipe Pereira e o Vice-Provedor, Eduardo Pinto.

A Santa Casa da Misericórdia de S. João da Pesqueira fundada por Rui de Távora, data de 26 de maio de 1569 e cumpre este ano 450 anos de existência, com um período de inatividade em que apenas teve serviço religioso e que ressurge agora com a mais jovem mesa administrativa das Misericórdias em Portugal.

 

Comentários