Márcia Fernandes

CAP diz que é preciso “mexer a sério” nas questões fiscais para dinamizar Interior

O presidente da Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) esteve reunido com agricultores transmontanos e defendeu a necessidade de o Governo ir muito mais além do que está plasmado no Orçamento de Estado (OE) para desenvolver o interior do país.

 


Para Eduardo Oliveira e Sousa, o OE 2020 “tem alguns incentivos”, mas classifica-os de “pouco arrojados para modificar o estigma existente”. “As medidas do OE possuem pouca capacidade, na prática, de modificar este estigma de que as pessoas têm dificuldade em ver no interior uma possibilidade de desenvolvimento futuro”.

Este responsável diz ser necessário “mecanismos de apoio mais arrojados” para a dinamizaçã

 

Se já é assinante faça aqui o seu login       ou       Clique aqui para ver OS EXCLUSIVOS da VTM

ASSINE AGORA A VOZ DE TRÁS OS MONTES

Acesso exclusivo e ilimitado
à edição digital
(site + e-paper)

Comentários