DGS

"Não podemos mentir numa situação destas"

Graça Freitas garantiu hoje que, os dados apresentados, diariamente, são "absolutamente certos"


Na conferência de imprensa desta quarta-feira, a diretora-geral da saúde disse que todos os dadOs relativos a óbitos e infetos por Covid-19 são “inquestionáveis” porque são reportados, até à meia-noite, através de uma plataforma eletrónica.

Contudo, "há dados mais finos, nomeadamente por concelho, que podem não chegar preenchidos no formulário e só conseguimos colher informação dos que estão preenchidos, mas quero dizer que estamos a trabalhar a nível local para obter essa informação à medida que o tempo passa vamos chegar à totalidade”, frisou.

As declarações de Graça Freitas surgem numa altura em que vários portugueses colocam em causa os dados revelados pela Direção-Geral de Saúde (DGS). Para se ter uma ideia, no concelho de Vila Real existiam, esta terça-feira à noite, mais de 30 casos positivos, tendo em conta a confirmação de 20 infetados no Lar Nossa Senhora das Dores. Acontece que, no boletim apresentado hoje, apenas constam nove casos positivos.

A diretora da DGS disse hoje que pode haver “pequenos desencontros horários ou na totalidade da cobertura dos campos, mas não há nenhum objetivo de enganar, mentir ou omitir”.

A VTM tentou entrar em contacto com a DGS para perceber como está a ser contornada esta situação, mas até ao momento, sem sucesso.

EM ATUALIZAÇÃO

Comentários