DR

Barragens do Tâmega "cumprem desígnio no funcionamento da economia local"

A Iberdrola disse que o plano de contingência nas barragens do Tâmega incluiu a redução de concentração de trabalhadores nas frentes de obra e que o projeto cumpre um "importante desígnio" no funcionamento da economia local.


“Este é um projeto de interesse nacional, mas que também cumpre, atualmente, um importante desígnio no funcionamento da economia local. Estamos conscientes dos riscos atuais, mas também sabemos que estamos à altura das nossas responsabilidades e, neste momento, acreditamos que todas as ações devem ser pautadas pela necessária ponderação, reflexão e equilíbrio”, afirmou a empresa espanhola, em resposta escrita a um pedido de esclarecimento da agência Lusa.

Preocupados com a covid-19, os presidentas das câmaras de Ribeira de Pena e de Vila Pouca de Aguiar têm alertado, nas últimas semanas, para a mobilidade das centenas de trabalhadores afetos ao SET e que, semanalmente, regressam às terras de origem, em Portugal e Espanha.

O autarca de Ribeira de Pena, João Noronha, pediu inclusive ao Governo, no dia 25 de março, a declaração da situação de calamidade no concelho e a suspensão temporária, mas imediata, das obras nas barragens de Daivões, Gouvães e Alto Tâmega, que fazem parte do SET.

Questionada pela Lusa, a Iberdrola explicou que elaborou um plano de contingência para fazer face à pandemia no âmbito das obras do SET e adiantou que cada uma das empresas contratadas para executar a obra preparou, simultaneamente, um plano semelhante.

“Até ao momento atual não existe nenhum caso positivo de covid-19 registado no Sistema Eletroprodutor do Tâmega”, garantiu a concessionária.

A empresa disse que as medidas adotadas passaram pela implementação, desde o dia 17 de março, do regime de teletrabalho por todo o pessoal que esteja em condições de o fazer.

A Iberdrola explicou ainda que foi reduzida a “concentração de trabalhadores nas frentes de trabalho, nas deslocações dentro das obras e nas áreas comuns, não apenas nos refeitórios”, que foram estabelecidas “rotinas de desinfeção em áreas comuns” e aumentados os “pontos de lavagem e desinfeção das mãos”.

No SET, segundo dados fornecidos pela empresa, trabalhavam no início do ano cerca de 1.800 pessoas, das quais perto de 370 eram dos municípios da região.

O número de trabalhadores foi reduzido, no entanto a empresa não especificou qual o volume de mão-de-obra atualmente existente neste empreendimento.

A Iberdrola referiu que foi ainda recomendado a “todos os trabalhadores dos núcleos populacionais onde se encontram que limitem o contacto social dentro e fora da zona de trabalho”, e proibidas as visitas externas ou reuniões presenciais com entidades externas.

Elencou também que foi reduzido, “ao mínimo imprescindível, a presença pessoal nas reuniões internas” e que está a ser incentivado o “estrito cumprimento de todas as medidas de segurança e o uso de equipamentos de proteção individual e coletivos por parte de todos os trabalhadores que coabitam na obra”.

A Iberdrola afirmou que “está atenta, sensível e reativa a todos os eventos e desenvolvimentos relacionados com esta pandemia” e, nesse sentido, tem atuado no “estrito cumprimento de todas as orientações emanadas pelas entidades públicas competentes, na sequência e em concretização da declaração do estado de emergência nacional”.

“Nesta declaração é referido que os operadores e demais intervenientes económicos deverão prosseguir, respeitando as contingências e restrições que são publicamente conhecidas, com o desenvolvimento da atividade económica dentro da possível normalidade, sempre que estejam garantidos o cumprimento e a concretização das medidas de prevenção de segurança e saúde, determinadas pelas autoridades de saúde competentes”, lembrou a empresa.

O SET é um dos maiores projetos hidroelétricos na Europa dos últimos 25 anos, contemplando um investimento de 1.500 milhões de euros.

Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 345 mortes, mais 34 do que na véspera (+10,9%), e 12.442 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 712 em relação a domingo (+6%).

Comentários