GNR

Caso de violência doméstica "termina" com apreensão de arma de fogo

O Comando Territorial de Bragança, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE), fez saber que apreendeu uma arma de fogo no âmbito de um processo de violência doméstica, em Vinhais.


A apreensão aconteceu na sequência de uma investigação pelo crime de violência doméstica, em que o suspeito, um homem de 63 anos, agredia a sua mulher, de 58 anos, repetidamente, ao longo de vários anos. Os militares apreenderam a arma de fogo do agressor como medida cautelar de polícia.

O suspeito foi constituído arguido e os factos remetidos para o Tribunal Judicial de Bragança.

Comentários