DR

Vêm aí quatro novos percursos pedestres

Os trilhos  “Nos passos de Torga”, “Castro  de Sabrosa”, “A Rota do Volfrâmio” e o “Trilho vinhateiro de Provesende”  vão nascer fruto de um investimento superior  a 90 mil euros


A câmara municipal de Sabrosa viu ser aprovada uma candidatura para a criação de um conjunto de percursos pedestres no concelho, espalhados pelo território, nomeadamente os trilhos “Nos passos de Torga”, “Castro de Sabrosa”, “A Rota do Volfrâmio” e o “Trilho vinhateiro de Provesende”, cada um com uma temática associada que pretende valorizar o património material e imaterial do território. 

O trilho pedestre “Nos passos de Torga” será como que um percurso pela vida e obra do escritor Miguel Torga, levando as pessoas a passear pela parte norte do concelho, dando destaque à vila de São Martinho de Anta, local de nascimento do escritor.

De São Martinho de Anta sai o trilho do “Castro de Sabrosa”, uma pequena rota, que termina na vila de Sabrosa, passando pelo Castro, um povoado fortificado classificado como Local de Interesse Público.

Contempladas com um percurso pedestre serão também as freguesias de Souto Maior e São Lourenço de Ribapinhão com o trilho “A Rota do Volfrâmio” que irá promover as minas e a história do volfrâmio deste território e que tiveram, em tempos, grande importância na história do concelho.

Já em pleno Alto Douro Vinhateiro vai ser criado o “Trilho Vinhateiro de Provesende”, que se iniciará com um percurso circular pela aldeia de Provesende, passando depois pelos vinhedos e miradouros localizados na parte sul do concelho, permitindo conhecer grande parte da história do Douro através dos socalcos das vinhas e olivais existentes.

Estes quatro percursos pedestres vão nascer graças a uma candidatura no âmbito da medida de Renovação de Aldeias, da Medida 10 LEADER, operação 10.2.1.6 “Renovação de Aldeias” do Gal Douro Histórico de 2020, com um apoio no valor de 71 257.83€ para um investimento total de 90 208.75€.

Desta intervenção faz também parte a criação de um Centro de Apoio ao Pedestrianismo, que funcionará na atual escola primária de Paços, edifício que se encontra, neste momento, sem utilização.

Comentários