Elsa Nibra

Em oito anos, concelho viu nascer 358 novas empresas

Os dados são da Pordata e foram divulgados por ocasião do feriado municipal de Miranda do Douro que se assinalou a 10 de julho


É, talvez, o dado mais positivo do concelho de Miranda do Douro relativo aos últimos anos. Entre 2010 e 2018 instalaram-se neste concelho transmontano 358 novas empresas não financeiras, ou seja, de em 874 passaram para 1.232.

Este aumento de empresas fez subir também o número de postos trabalho, que passou de 1.503, em 2010, para 1.905, em 2018, sendo que o número de desempregados inscritos nos centros de emprego, no mesmo período, baixou de 250 para 190.

SALÁRIO MÉDIO DE 873 EUROS

No concelho de Miranda do Douro, os trabalhadores por conta de outrem ganham, em média, 873 euros.

Se compararmos este valor com o salário médio praticado em 2010, constatamos que, em oito anos, o salário mé

 

Se já é assinante faça aqui o seu login       ou       Clique aqui para ver OS EXCLUSIVOS da VTM

ASSINE AGORA A VOZ DE TRÁS OS MONTES

Acesso exclusivo e ilimitado
à edição digital
(site + e-paper)

Comentários