Carolina T. Lopes

REGRESSO DOS EMIGRANTES A PORTUGAL

“Faltou o calor humano que tínhamos nos outros anos!”

Verão é sinónimo de férias. Nos meses de julho e agosto, Portugal recebe os seus emigrantes que, depois de um ano de trabalho, regressam às suas terras-natal para matar as saudades da família e amigos que deixaram quando partiram para procurar uma vida melhor. 


Sonim, em Valpaços, é uma das muitas aldeias portuguesas que, nesta altura do ano, ganha nova vida com a chegada dos seus “filhos” e, em circunstâncias normais, nesta altura, preparava a festa em honra do Senhor do Bonfim, para os receber com toda a pompa. 

E é no largo da capela do Senhor do Bonfim que Graciete Teixeira confessa estar “arrependida de ter vindo”. “É triste. Não temos

 

Se já é assinante faça aqui o seu login       ou       Clique aqui para ver OS EXCLUSIVOS da VTM

ASSINE AGORA A VOZ DE TRÁS OS MONTES

Acesso exclusivo e ilimitado
à edição digital
(site + e-paper)

Comentários