DR

Mulher detida por suspeita de atear fogo

Incêndio ocorreu a 17 de julho e consumiu área de mancha florestal constituída, maioritariamente, por mato.


A Polícia Judiciária deteve uma mulher de 39 anos fortemente indiciada pela prática do crime de incêndio florestal em Alfândega da Fé.  

O incêndio, ocorrido na tarde do dia 17 de julho, consumiu área de mancha florestal, constituída, maioritariamente, por mato.

O foco de incêndio colocou em perigo uma vasta mancha florestal e parcelas agrícolas, de valor consideravelmente elevado, que apenas não foram consumidas devido à rápida intervenção dos bombeiros.

A detida, empregada de comércio, vai ser presente a interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Comentários