EN

EN

EN

EN

Programa Valorizar impulsiona o turismo do Nordeste Transmontano

Os quatro projetos contemplados no distrito de Bragança vão receber um financiamento na ordem dos 830 mil euros.


Foi em Macedo de Cavaleiros que, na presença da secretária de Estado do turismo, Rita Marques, foram assinados os contratos com os quatro projetos do distrito, projetos esses que se propõem dotar a região de condições para a travessia em bicicleta do Douro Internacional e Vinhateiro, criar oficinas para os turistas experimentarem fazer o que é tradicional, reforçar uma rede transfronteiriça de estações para autocaravanas e melhorar as condições de visitação de geossítios.

Um dos projetos contemplados é a “Grande Travessia do Douro Internacional e Vinhateiro”, que tem como promotores sete municípios do Douro Superior. O objetivo é explorar o rio de bicicleta.

Ao longo da fronteira entre Portugal e Espanha nasce outro projeto, o "RaiaNorte", que ambiciona criar a maior rota de autocaravanas da Europa para apoio aos turistas que optam por esta solução.

A "Rota Saber Fazer na Terra Quente Transmontana" é outro dos projetos financiados pelo Valorizar. Esta é uma rota com oficinas de saberes artesanais para os turistas experimentarem fazer o que é regional e tradicional.

Também na Terra Quente Transmontana, o Geopark Terras de Cavaleiros, vai aproveitar este financiamento para fazer intervenções em três dos mais emblemáticos dos 42 geossítios para melhorar as condições de visitação.

Desde que foi lançado, o programa Valorizar, que se destina a apoiar projetos turísticos em zonas de baixa densidade populacional , já financiou, em todo o país, 750 projetos com mais de 100 milhões de euros.

Notícia desenvolvida na edição de 13 de agosto

Comentários