DR

Apresentado o livro “100 Histórias com gente da minha Terra”

Livro de Alda Correia, editado pela AdJustes – Associação para o desenvolvimento de Justes foi apresentado no sábado, no Largo do Boal.


“Foi um acontecimento cultural extraordinário em vários sentidos”. Teve a presença de cerca de uma centena de pessoas, muitas delas vindas de fora do concelho. A apresentação do livro foi realizada no Largo do Boal transformado em sala de visitas de Justes. 

Bernardino Lopes, presidente da AdJustes, abriu a sessão e realçou as características do livro e o seu valor enquanto documento que fixa as vivências das pessoas da aldeia nos idos anos 60, do séc. XX, salientando o desenvolvimento local que este tipo de iniciativas proporciona e que, por isso, são patrocinadas pela AdJustes. 

De seguida, Caseiro Marques, que também prefaciou a obra, fez a apresentação do livro e leu algumas das suas histórias para mostrar aos presentes a qualidade da escrita e o valor do testemunho de uma época. 

O vereador da Câmara de Vila Real, José Maria, honrou a autora, a AdJustes e a aldeia com a sua presença, tecendo palavras de elogio à associação pelo alto valor cultural da sessão. 

A autora Alda Correia agradeceu o apoio que teve para que a sua obra visse a luz do dia e ficou sensibilizada pela presença e apoio de tantas pessoas. 

A surpresa maior ficou para o fim quando um grupo de bailarinas, liderado pela professora Virgínia Cardoso, presenteou todos os presentes com um espetáculo de dança e a declamação de alguns dos textos do livro. 

No final, a autora iniciou uma longa sessão de autógrafos, homenageando todos os que quiseram levar o livro para casa ou para oferecer. 

Comentários