Elsa Nibra

Fé e devoção são mais fortes que o vírus

A pandemia de Covid-19 obrigou ao cancelamento das tradicionais festas de verão de muitas cidades, freguesias e aldeias pelo país fora que, por esta altura do ano e em circunstância normais, enchiam-se de gente e música para homenagear os seus santos padroeiros.


O vírus “diz” que não pode haver festas, mas a fé e a devoção falam mais alto e os santos padroeiros foram, mesmo assim, venerados. 
Em Sanfins do Douro, Alijó, o segundo domingo de agosto é o ponto alto das festividades em honra da Nossa Senhora da Piedade, uma tradição com mais de dois séculos. 

“É

 

Se já é assinante faça aqui o seu login       ou       Clique aqui para ver OS EXCLUSIVOS da VTM

ASSINE AGORA A VOZ DE TRÁS OS MONTES

Acesso exclusivo e ilimitado
à edição digital
(site + e-paper)

Comentários